terça-feira, 29 de dezembro de 2009

NO MEU PRESENTE...VOCÊ

Sobrevivo sozinha presa
neste passado...Tão presente.
Continuo me encantando com teu
retrato, tão meu.

Nele encontro conforto
para a fonte dos meus olhos...
Que vivem desaguando saudades.

Na plenitude do meu silêncio...
Sonhos...Filmes...Solidão de Amor.
Épocas diferentes...Mas tão nossas.
Em cada imagem tua presença sempre constante.
Feitiço concretizado...LOBO...
Falcão de asas cortadas.

Em todos os cantos da minha mente...VOCÊ!
Nossos corpos, nossas almas, nossas juras de amor,
nossas entregas únicas e absolutas.
Teu corpo por dentro e por fora todo meu...
E quando chegavas ao paraíso aquela melodia tão tua...
Ouço sempre ainda o teu canto único de sereia...Sem igual.

Vivo este presente estando em outro lugar...
Entre poesias, filmes, cavalgando em pensamentos,
pulando entre sapinhos...Brinquedos tão nossos...
E as ondas trazendo aquele...Aquele teu canto...
Caminhos do nosso amor.

Procuro um caminho de volta para o paraíso...
Em algum lugar minha alma sempre está com a tua...
Em um novo tempo podemos encontrar uma nova luz...
Um novo caminho...Fazer um novo tempo
para a minha alma e a tua.

BEBE

domingo, 27 de dezembro de 2009

COMO UMA ILHA

Letra da Música-Poema Como uma ilha
de Pedro Abrunhosa

Tu és todos os livros,
Todos os mares,
Todos os rios,
Todos os lugares.
Todos os dias,
Todo o pensamento,
Todas as horas
O teu corpo no vento.
Tu és todos os sábados,
Todas as manhãs,


*...Toda a palavra
Ancorada nas mãos...*.


Tu és todos os lábios,
Todas as certezas,
Todos os beijos
Desejos, princesa.

Como uma ilha,
Sozinha...

Prende-me em ti,
Agarra-me ao chão,
Como barcos em terra
Como fogo na mão,
Como vou esquecer-te,
Como vou eu perder-te,
Se me prendes em ti,
Agarra-me ao chão,
Como barcos em terra,
Como fogo na mão,
Como vou eu lembrar-te
Se a metade que parte
É a metade que tens.

Tu és todas as noites
Em todos os quartos,
Todos os ventos
Em todos os barcos.
Todos os dias
Em toda a cidade,
Ruas que choram
Mulheres de verdade.
Tu és só o começo
De todos os fins,

*...Por isso eu te peço
Fica perto de mim.
Tu és todos os sons
De todo o silêncio,
Por isso eu te espero
Te quero e te penso...*

Como uma ilha,
Sozinha...


sábado, 26 de dezembro de 2009

O MEU RETRATO

O MEU RETRATO
É APENAS O ESPELHO
DO AMOR QUE SINTO POR MIM E
POR VOCÊ!

RETRATO

Um olhar enigmático
Um chamado será?
Um boca que transmite
Toda doçura
Um cabelo querendo
Um cafuné
Uma bochecha querendo
Carinho
Minhas mãos não conseguiram
Se controlar
Precisaram tocar para sentir...
Algo senti ao ver e tocar
Aquele RETRATO...
Mas...Como explicar?
Ainda hoje não consigo.
Era como um imã a me seduzir
Fiquei hipnotizada
Querendo saber quem era
Aquele ser
Precisava conhecer
Estar junto
Olhos os olhos
Nada mais me encantava
Somente aquele RETRATO
Todos os dias
Era nele que meu ser se alimentava
Como pode isto acontecer?
Não sei...Só sei que
Aquele retrato mudou minha vida
Me encantou...
Me transformou...
Me fez acreditar e a ter esperanças
Que é nas pequenas coisas e gestos que
Podem sim Surgir o AMOR...

BEBE
20.05.2008

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

EBULIÇÃO DE AMOR

No amanhecer a bruma me
trouxe tua alma,
agora avisto teu corpo ávido
e gelado em meio esta
névoa úmida.

Deslumbrada estico meus braços,
te recebo, te aqueço
com todo meu calor.


Toda umidade evapora...
Nossos corpos borbulham...
Nossa solidão se dispersa
em mais uma ebulição de amor.

BEBE

APENAS SINTA...

Apenas sinta...
O pulsar da tua alma.
O meu coração que bate na cadência do teu.

Abra teus sentidos...
Estou chegando no ar,
suave como uma folha caindo,
não me colha...Apenas sinta...

Em teus olhos quero pingar a luz da vida.
No teu ouvido sussurrar palavras de carinho.
Na tua boca deixar a doçura do meu amor.
No teu nariz a fragância da minha pele...
Cheiro que tanto gostas.
E por último com muita suavidade
recoste teu corpo...
Sinta o tatear das minhas mãos,
o meu aconchego.
Apenas sinta todos os meus sentidos e os teus.

BEBE

domingo, 13 de dezembro de 2009

SOMBRA REFRESCANTE

A aridez do deserto não me machuca mais,
aquela areia grossa está mais fininha.
Ainda não cheguei ao meu oásis...
Mas encontrei uma sombra refrescante.

Sentei nela...
Abri meu baú de recordações e brinquedos.
Em cada achado somente momentos de alegria...
Beijos trocados, abraços apertados,
poesias, brinquedos e segredos.
Não achei dois brinquedos...Os que mais gosto,
mas sinto que estão bem guardados
em outro lugar.

Necessitava desta sombra...Deste ar puro.
Sinto-me planando entre o deserto e o céu.
Me permitindo sonhar...Viver...
Voltar a sorrir.

BEBE

sábado, 12 de dezembro de 2009

FANTASIAS...ALÉM-MAR



Da minha janela sinto o chamado
do Deus do Amor...
Meu guia em minhas fantasias.
Parto com ele ao teu encontro,
flutuando sobre as águas...
Sonhos e loucas fantasias.

Te encontramos recluso com o
corpo queimado pelo sol,
todo vestido de branco, transpirando amor.

Todos sedentos de amor mergulhamos
nas profundezas do oceano...
Entre os corais no fundo do mar
seguro-te em meus braços...
Dispo teu manto branco e te entrego
ao Deus do Amor.
Desnudo tua alma...
Novas lágrimas voltam a verter...
Jorrando desejos realizados.
Beijo cada uma delas com toda minha
sede de sonho e fantasia.

Felizes, saciados, embaraçados,
visto-te com fios de ouro...
Voltamos desta viagem além mar
rumo ao nosso outro paraíso particular.

BEBE

FUSÃO DA SAUDADE



Entre nós as emoções sempre
foram tão intensas que de
alguma forma nossos encontros
acabam vertendo água purificada.

Nossos poros sempre latejaram
suor de amor...
E até mesmo minhas lágrimas
escorriam de desejos saciados
na mais profunda entrega.
Ela sempre esteve presente em
todos nossos momentos.

Agora em mais um crepúsculo o mar
trouxe a tua lágrima...E no
encontro das marés nossas lágrimas
se encontraram na mais perfeita
cumplicidade.
Lá...No nosso lugar...No mar...
Duas almas que vivem na água deixam
o amor transbordar.
Em cada gota...A FUSÃO DA NOSSA SAUDADE!
Mais um abraço do amor.

BEBE

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

PORQUE EU SEI QUE É AMOR

Letra da música nova no blog
Porque Eu Sei Que É Amor -Titãs
Composição: Sérgio Britto e Paulo Miklos

Porque eu sei que é amor
Eu não peço nada em troca
Porque eu sei que é amor
Eu não peço nenhuma prova

Mesmo que você não esteja aqui
O amor está aqui
Agora
Mesmo que você tenha que partir
O amor não há de ir
Embora

Eu sei que é pra sempre
Enquanto durar
E eu peço somente
O que eu puder dar

Porque eu sei que é amor
Sei que cada palavra importa
Porque eu sei que é amor
Sei que só há uma resposta

Mesmo sem porquê eu te trago aqui
O amor está aqui
Comigo
Mesmo sem porquê eu te levo assim
O amor está em mim
Mais vivo

Porque eu sei que é amor.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

A PALAVRA CALOU

O medo segurou o grito.
O inesperado calou a palavra,
mesmo com o coração acelerado
no mesmo ritmo das ondas.

Corri...Acelerei...
Silenciei...
A solidão por uma fração de
segundo deixou de existir.
Momento em que o sol cobriu a
chuva e meu arco-íris surgiu.

O tempo não conseguiu extrair
de dentro de mim minha verdadeira
e única essência...
Assim sigo a trilha do meu coração
e da minha alma...
Meu sonho...VOCÊ!

BEBE

sábado, 5 de dezembro de 2009

BRINDANDO A VIDA

Se você sente saudades de si mesmo...
De nós dois...
"SAUDADES DE MIM" ...diz tudo.

O que trago dentro de mim é a mais
pura essência tua, o teu verdadeiro EU...
Aquele ser especial que existe dentro de você
que com muita sutileza e carinho me entregou.
Me despertando para amores nunca antes vividos.
Entrega esta tão intensa que conseguimos
transformá-la até mesmo na seiva da vida.

Procure não esconder este ser que tanto amo
que está aí dentro de você, tua verdadeira alma.
Que no meu jardim esteja sempre o teu corpo
glorificado...
Molharei ele sempre com a pureza do meu amor
e com a água filtrada e abençoada
do meu novo coração.

Para este único ser... Mudas de Sempre Vivas!
Para este ser... Um Brinde a Vida!
51 Beijos...51 abraços...
51 Sempre Vivas...
Num dia especial brindo não somente a tua vida
mas a minha também.

Agora mais do que nunca sei a importância
de poder estar Viva!
Sempre VIVA...Neste universo tão imenso,
tão intenso, tão cheio de sonhos e segredos...
Universo de nós dois.

BEBE

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

FORÇA DIVINA


Minha alma sente a força divina da tua alma.
Meu coração é sugado pelo teu.
De meus olhos cristalizados vertem água
purificada...
Escorrem pela minha face e
em minha boca sinto a doçura do nosso amor.

BEBE
05.11.2009

terça-feira, 3 de novembro de 2009

SALINAS



Tento avistar o mar...
Imensidão...Infinito...
- Onde estão suas águas?
Toda água que verteu transformou
meu mar e meu horizonte
em enorme salinas.
Procuro...Procuro...
Meus olhos embaçados de cristais
nada encontram...
Somente um deserto árido.

Sinto falta de algum pedaço de mim
que não existe mais...
Se perdeu ...Foi levado pelo mar
quando o oceano secou.

Não encontro ainda o que restou de mim...
Diante de meus olhos secos,
da minha face alva, nem mesmo mais rubra,
somente uma certeza...
Mesmo sem água, no meio das salinas
ainda deve existir um oásis de água doce...
Onde estão nossos sonhos e tua alma
que sempre está em mim e em ti.
Me espere amor ainda vou te encontrar...
Sinta...Sempre...
A minha alma que está em ti.

BEBE
31.10.2009

DELÍRIO


Mesmo com frio, com chuva
a fúria do mar me encanta...
Me transmite sua plena liberdade.
Ouço suas ondas gigantes
batendo sem cessar.
Lembro de um outro dia...
Quando as ondas também batiam
com toda voracidade e nós dois lá
juntos olhando para o mar depois do amor.

A saudade é tanta que chego a delirar...
No meio das ondas avisto um barco a deriva...
Um marinheiro destemido e audacioso
enfrenta tudo para me encontrar.

Ele aporta na enseada,
sinto que veio me buscar...
Agora sinto minhas energias voltando,
meu coração agora bate novamente alucinado,
com aquela intensidade que só você me faz sentir.

É o meu amor...
Ele veio me buscar para irmos
para aquela ilha onde um pirata está guardando
o nosso baú cheio dos nossos tesouros,
sonhos, brinquedos e fantasias...
A ilha da nossa felicidade onde só reina o AMOR!

BEBE
29.10.2009

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

SOPRO DE VIDA


Agora não espero mais
o crepúsculo para te encontrar...
Necessito dos goles de ar que
bebo de ti na alvorada.
É neste momento que comecei
a sentir você me chamando para a VIDA!
Nunca estas só...
No amanhecer, na madrugada, durante o dia...
Estou sempre aí junto de ti pois
não consigo mais adormecer.

Tem sido estes goles, estes sopros
que tem me feito caminhar...
Muito lentamente.
São eles que estão abrindo e deixando
o sangue passar...
Bombando VIDA...A sua...
E a minha que está aí com você.
Não existe nitrato que consiga ser
mais forte e mais eficaz que teu sopro,
somente você tem este poder em mim,
tu és a minha cura.

Se antes pensava em ti a cada minuto
agora penso a cada segundo...
Não vivo...Vivo a vegetar...
E quando teus sopros chegam em mim
volto a suspirar...
Essa distância...Este tempo só
fez aumentar o meu amor por você.

BEBE
28.10.2009

BARRAGEM DA RAZÃO


O dia que fui obrigada a seguir
a razão meu coração sem forças,
sem sonhos, sem ar, adoeceu.
Minhas veias com tantas cargas reprimidas
de emoções ficaram sem vida...

Meu insensato e frágil coração
não consegue se dividir entre
a razão e o coração.
Coração indolente...
Quer pulsar somente quando a vida
lhe proporciona uma aquarela
matizada de mil cores,
mas sempre prevalecendo o vermelho,
cor de sangue, coração e amor.

Sentir é a mais doce loucura...
Quando as emoções fluem e
seguem livremente seu curso.
Mas quando obstruído é dor, peito arde, queima...
Uma barragem que destrói o coração...
Como um rio diante da tormenta.
O cerébro mata o coração ...
Ele é sempre o último a morrer.

BEBE
23.10.2009

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

MERGULHO EM MIM

Mais um dia...
Agora é um passo de cada vez...
Preciso me encontrar...
Sinto-me ainda tão enfraquecida...
Preciso oxigenar meu coração.

Gaivotas invocam minha presença
ouço de longe elas grasnando...
Melodia que ouço...
Desço devagar e vou ao encontro delas.

Que encanto! Que magia!
Até conto...Que quantidade!
Um verdadeiro realejo...
Vinte e duas gaivotas em cortejo...
Mansinhas, todas ficam ao meu redor,
encantada com tão doce recepção,
sento ao lado delas sem me importar
com a areia, as ondas chegam,
as águas geladas molham meu corpo...
Não importa, sinto-me aquecida,
a presença delas tira-me do claustro
que estava.

Perco o sentido do tempo,
tentanto me encontrar.
Mergulho em mim...Não consigo...
Antes de me achar...
Encontro VOCÊ!

BEBE

REGRESSO

Regresso as águas intensas do oceano...
Ao sol que aquece,
que sobre mim ter um poder avassalador...
Fortificante, cicatrizante e afrodisíaco.
Sem ele agora percebo que nada sou...
Preciso muito do calor do SOL.

Toco as águas deste imenso mar
acompanhada pelo cortejo das gaivotas,
sinto que elas estavam a me esperar.
Caminho entre as ondas bem devagar
sentindo cada gota tocando meus pés,
preciso deste sal para curar todas as
minhas angústias.

Avisto duas conchinhas, brancas e rosadas,
juntinhas...Abro as duas... Separo elas...
Em uma escrevo meu nome e uma mensagem e
coloco numa garrafa mágica e jogo novamente no mar...
A outra escrevo seu nome e coloco na
minha caixinha, aquela que sempre trago comigo.

Meu amor...Desce ...
Vai até o mar...A garrafa mágica deve
estar chegando aí...
Dentro dela tem uma mensagem secreta para você.

BEBE
20.10.2009

VENTO NO LITORAL

Letra da música Vento No Litoral
Legião Urbana
Composição: Renato Russo

De tarde quero descansar
Chegar até a praia e ver
Se o vento ainda esta forte
E vai ser bom subir nas pedras

Sei que faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando
Tudo embora...

Agora está tão longe
ver a linha do horizonte me distrai
Dos nossos planos é que tenho mais saudade
Quando olhávamos juntos
Na mesma direção
Aonde está você agora
Alem de aqui dentro de mim...

Agimos certo sem querer
Foi só o tempo que errou
Vai ser difícil sem você
Porque você esta comigo
O tempo todo
E quando vejo o mar
Existe algo que diz
Que a vida continua
E se entregar é uma bobagem...

Já que você não está aqui
O que posso fazer
É cuidar de mim
Quero ser feliz ao menos,
Lembra que o plano
Era ficarmos bem...

Eieieieiei!
Olha só o que eu achei
Humrun

"Cavalos-marinhos..."

Sei que faço isso
Pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando
Tudo embora...

..........19.10.2009...........

CASCATA DE ESPERANÇA



Descidas...Serra...Neblina...
Aos poucos começo avistar
meu mais fiel companheiro...O MAR.
Sinto-me plena olhando tua imensidão,
quantos segredos guardas,
nossa cumplicidade é a maior de todas.

Atravesso bifurcações...
Caminhos que poderiam me levar a
mais intensa felicidade, mas agora
o momento é de voltar ao castelos de sonhos.

Portões se abrem e meu coração pulsa
novamente de forma mais intensa.
Medos, dúvidas...
Enfim tenho que seguir meu destino
e nesta primavera tão diferente,
sem sol, sem arco-íris
com tanta chuva, tantas lágrimas,
observo meu jardim...
Nada de hortências, nada de flores
somente um imenso gramado maltratado pela natureza.

Mas como uma graça divina no outro canto...
Uma imensa cascata de flores...
Minha trepadeira Lágrimas de Cristo toda florida...
Flores brancas e vermelhas,
Branco da PAZ,
Vermelho do AMOR...Cor minha e do meu amor.
Peço então diante desta graça...
Que esta cascata de esperança
ilumine e guie meus passos de agora em diante.

BEBE
19.10.2009

JANELAS DE LUZES

JANELAS DE LUZES

Quantas luzes...
Esta janela de luzes artificiais
sempre me fascinou...
Me pergunto:
- Será que não devo voltar para cá?
Mesmo sendo tão ilusória após um dia cinzento
até um tempo atrás transformava
meus sonhos em magia.

Mas agora existe uma outra janela...
Com vista para o mar,
onde a luz que entra é divina...
Luz...Claridade...Pureza da natureza!
Quando ela invade meu entardecer
transforma minha vida no mais lindo arrebol.

E quando é a luz do sol que chega
me ilumina por inteiro,
quando olho então para o lado esquerdo
do infinito sinto além da luz
o calor do meu amor chegando através
desta iluminada janela.

Janela esta que também guarda muitos segredos...
Luz do sol que entrou através
dela dando cumplicidade a nossa
intensa e primeira cena de amor...

Vida não existe nas luzes artificiais
e sim nas luzes divinas do amor...
Sendo assim...É nesta janela que quero ficar.

BEBE
18.10.2009

INTENSAS SAUDADES

Sinto-me passiva perante este
tempo que não escoa.
Nada me aquece...
Queria você aqui comigo.

Intensas saudades do barulho do mar,
do vento batendo nas palmeiras,
mesmo com chuva queria estar lá...
Naquelas vidraças abertas
para o mar sentindo as gotas de chuva
tocando minha face...
Esperando o sol chegar para no
horário do crepúsculo poder te encontrar.

Alimento-me da saudade das poesias,
imagens e da tua presença em sonhos.
Preciso do teu coração aqui junto ao meu...
Injetando o teu sangue nele,
introduzindo VIDA, SONHOS, AMOR E ESPERANÇA.

BEBE
17.10.2009

AMO PARA VIVER

Agora nem mesmo no meu castelo estou,
sai de uma clausura aquecida
de sonhos para uma mais triste...
Mais fria.

Aos poucos percebo a contradição
em que me encontro...
Muitos querem viver para amar e
eu sempre amo para viver...
É esta a diferença que existe entre
meu jeito de ser e dos outros seres.

Não consigo mais sonhar, fantasiar,
a raiz desprendeu-se do caule,
seus galhos secos apenas suportam
seres esquecidos, não existem mais
viagens submarinas, nem nos andes e
menos ainda no espaço sideral.

Sou apenas uma sombra
esquecida no caminho...
Com menos sangue que antes
porque amo tanto que sugo
até mesmo meu próprio coração.

BEBE
16.10.2009

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

EU PRECISO DE VOCÊ

LETRA DA MÚSICA PRECISO DE VOCÊ
ROBERTO CARLOS

Faz tanto tempo que nem sei
Se tudo está como eu deixei
Tento afastar lembranças, abandonar o passado
Mas é difícil te esquecer
E essa saudade de você
Mexe comigo sem querer
A vida tem momentos que marcam para sempre
Como é que eu posso te esquecer

Meu amor
Não dá pra suportar
Me ajude a sufocar
A solidão que há em mim

Meu amor
Me abrace se eu voltar
Entenda se eu chorar
Preciso de você

Faz tanto tempo que nem sei
Se tudo está como eu deixei
Nada melhor que o tempo que fez com que eu sentisse
Que não consigo te esquecer

Mas tudo pode acontecer
E eu vou tentar te convencer
A me aceitar de novo como já foi um dia
E nunca mais vou te perder

Meu amor
Não dá pra suportar
Me ajude a sufocar
A solidão que há em mim

Meu amor
Me abrace se eu voltar
Entenda se eu chorar
Preciso de você

Preciso de você

ALGEMAS DE AMOR

Quando você me conheceu
falei que iria colocar
minhas algemas em você...
Mas não eram em suas mãos
e muito menos de aço,
nem com isto pretendia arrebatar
tua alma liberta.

As algemas que coloquei em você
são as mesmas que trago dentro de mim,
elas foram se fundindo
ao longo dos anos da minha vida...
Algemas feitas com a sangria do meu coração,
em seus elos coloquei minha alma...
Meus sentimentos mais puros
e nelas estão minha vida.

Além de prazer...Do mais puro amor
te dei tudo que possuía...
Nada mais encontro aqui
pois junto com minhas algemas
levaste minha alma...

Talvez então seja por isso
que encontro-me tão perdida
não estou mais aqui...
E sim algemada aí dentro de você.

BEBE

terça-feira, 29 de setembro de 2009

MEU PECADO

Quando focava meu olhar em ti
estava simplesmente
captando todos os segredos que
trazias tão bem guardados dentro de si.

Segredos estes que me
encantaram ainda mais,
me fizeram te amar como és,
te desejar de uma forma alucinada.

Não queria naquele momento pensar em mim...
Somente em ti...Te desnudar por inteiro...
Satisfazer teus desejos mais secretos.

És um ser único...
Por isso me transformei ...
Somos mesmo raiz e planta
Um só ser...Almas ardentes...
Não escondemos em nenhum
momento nossos desejos e sentimentos.

E se te amar...
Te querer é pecado...
Me perdoem...
Mas quero continuar pecando.

BEBE

AMOR INFINITO

Meu amor é intenso demais
para seguir a razão...
Em nenhum momento fico dividida.
Ele não balança ao vento...
Nem tento dispersar ele pelo infinito.

Somos um só ser em qualquer momento
Perto ou longe...
Pensamos um no outro a cada segundo
e nada vai fazer isto terminar.

Não somos como o feitiço de Áquila
porque estamos sempre juntos...
Nossos pensamentos são um só...
EU...VOCÊ...NÓS...
Nenhuma tempestade, nenhuma razão irá abalar
este amor infinito que sentimos.

Podemos até buscar refúgio na razão
mas ela não é suficiente para
apagar tudo que vivemos e sentimos.

BEBE

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

ACASALAMENTO

Nosso ninho já está pronto,
deixe fluir todos seus
desejos e vontades,
o beija-flor com sede
procura seu alimento numa flor...

Então solta tuas asas...
Meu néctar esta te esperando,
venha mergulhar...
Toda minha doçura te espera.

Meu lobo deixe este beija-flor
que está aí dentro de você voar...
Não espere o crepúsculo,
Vamos nos amar a luz do sol...
Amar...Viver...
Corra atrás do tempo,
nosso acasalamento sempre foi e
será nosso único alimento.

BEBE

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

FÓRMULA SECRETA

Cada vez que a maré sobe
um calor me consome,
do mesmo modo que a espuma do mar
submerge na areia.
Lembro nós dois na janela...
Imensas ondas do mar
batendo com toda fúria.

Como nossos corpos
momentos antes também estavam...
Numa fúria louca,
atroz de tanto prazer.
Nossos encontros são
buscas incessantes...
Nós dois sempre sedentos
como verdadeiras abelhas num favo de mel,
transpondo todas as barreiras.

Em tuas mãos sou pura ousadia,
me entrego totalmente...
Sou tua, és meu...
Me ensinaste todos os caminhos
que vão do amor ao prazer...
Fórmula secreta que somente tu tens.

BEBE

EU NÃO EXISTO SEM VOCÊ

LETRA DA MÚSICA DE TOM JOBIM
Composição: Antonio Carlos Jobim /
Vinicius de Moraes

Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos me encaminham pra você

Assim como o oceano
Só é belo com luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como viver
Sem ter amor não é viver
Não há você sem mim
E eu não existo sem você.

ACONCHEGO

A cortina balança,
a sacada entreaberta,
a brisa toca de leve minha rubra face...
Exausta de nossas ciganas viagens
procuro descanso em teus braços.

Hoje quero o aconchego do teu colo,
sentir teu carinho,
tuas mãos deslizando em meus cabelos,
tua voz entoando uma suave melodia...
-Canta para mim amor!
Como aquele solitário rouxinol que
encontramos no caminho.

A suavidade do teu aconchego
embalará meus sonhos,
este tormento aliviará.
Acordo, durmo, sempre imaginando
que estou em teus braços...
Desvarios incontidos de amor.
Quanto te possuo...Renasço e
assim sinto-me novamente inteira.
Nossas solitárias viagens são
somente o refrigério que encontrei
para este tempo de espera.

BEBE

terça-feira, 15 de setembro de 2009

SENTIMENTAL

LETRA DA MÚSICA DO LENINE
Composição: Lenine/Lula Queiroga/
Arnaldo Antunes

Quem liberta o furacão
Desamarra o mar da praia
Desarruma o rumo, entorta o prumo
Erra sem destino amor

Quem desata o céu da terra
Desfere a flecha, rasga o ar
Tira a luz da treva, razão a terra, erra, desatina, amor
Quem move o mundo todo apenas sendo sentimental
Sentimental

Quem me tira o chão dos pés
E movimenta as marés
Quem semeia o pé de vento do pensamento
Erra sem destino amor

Desintegra o grão da terra
Desagrega o coração
Tira o véu dos olhos, desperta os poros, erra, desatina, amor
Quem move o mundo todo sendo sentimental
Sentimental

Quem desarrasou a quem
abraça o rio arrasto o raio
quem Avassala o medo, repete o erro
Erra sem destino amor
Faz qualquer coisa de mim, Quebra pedra com seu sim
Arrepia o pelo derrete o gelo Erra desatina amor
Quem move o mundo todo sendo sentimental
Sentimental

AMOR NOS ANDES

Entorpecida de saudades e desejos
busco nos andes uma nova viagem...
Pego meu poncho lilás,enfeito meus cabelos,
encontro meu amor e seguimos para
muito além do nosso mundo real.

Entre colinas de gelo
sentimos desejos adormecidos
aflorarem cada vez mais...
Não sentíamos o frio do gelo,
nossos corpos estavam quentes de
tanto desejo...
Com a emoção a flor da pele, distraidos
acabamos nos perdendo.

Acabamos encontrando um guerreiro
andino que nos ensinou o caminho,
caminho este tão claro
mas que nós por medo do desconhecido
não conseguíamos encontrar.
Mas ele nos guiou...
Nos fez acreditar que sim, todos
os sonhos e desejos podem ser realizados...
E nos labirintos do amor
nos entregamos, nos amamos,
flutuamos no gelo numa entrega total
onde nosso amor prevaleceu.

BEBE

TE RECEBO

Sou apenas uma menina
que sonha, uma mulher que ama,
Mesmo quando algo me faz
pensar que estou morrendo aos poucos
olho para o infinito...
Vejo então passar aquele aviãozinho
que passa aqui na frente na praia...

Lá estão sempre tuas juras de amor
ou melhor teus "Brados" de amor,
são elas que na tua ausência me confortam,
me fazem entender tuas incertezas.

Descobri a essência do amor
somente quando te conheci...
Quando chegaste como um menino travesso
no meu jardim encantado.

Não eram flores que trazias...
Era este teu coração puro de menino...
E eu te recebo meu menino sempre de coração
aberto.

BEBE

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

SEDE DE AMAR

Quero-te não só embriagado pelo meu cheiro...
Siga teu olfato...
Saia deste deserto.
Esta embriaguez, este torpor
somente camufla teus desejos.
Estou aqui te esperando
meu lobo faminto...
Alimente-se do amor que te ofereço.

Vem matar esta sede de amar
que nos consome...
Quero me inebriar com tua voracidade
e te aquecer com meu calor ofegante.

Vamos deixar esta torrente
de desejos e emoções explodir...
Quero sim te embriagar mais uma vez
mas com o prazer que beberás em mim.

BEBE

PASSAPORTE

Visto-me com minha alma de menina...
Aquela que não permite-me nunca
deixar de sorrir.
Quando alguma gota insiste em verter
deixo ela lá...Nas profundezas do oceano.

Teu manto cobre-me de ternura...
Eu te amo entre sorrisos e lágrimas...
Sorriso que te encanta,
lágrima que te acalenta.
- Sabe porque amor?
Porque você descobriu meu maior segredo,
minha lágrima é tão doce que verte até mesmo
quando nossos corpos se encontram...

A sintonia é tão grande quanto
ao encontro diário das nossas almas.
Este meu sorriso, esta minha lágrima
somente é o nosso passaporte
de entrada ao paraíso.

BEBE

domingo, 13 de setembro de 2009

ESPAÇO SIDERAL

As noites tornaram-se insones
mas quando a luz do sol surge
no horizonte junto com ele
chega o teu brilho...
Chega a luz deste teu amor
cheio de desejos e segredos.

Não quero mais sufocar meus gritos...
Não posso continuar delirando
devido a uma imagem encontrada,
que traduz todos nossos desejos mais
escondidos.

Quero-te amor ...
Realizando nossa melodia mais completa...
Nossos corpos pulsando, se entregando
neste nosso balé cheio de fantasias.

Te levarei ao espaço sideral...
Lá encontraremos tudo que buscamos,
nossa busca é ÚNICA...
Que somente dois amantes cúmplices
podem ter...E nós temos...
Esse desejo...Esse tormento dentro de nós.
Vem amor...Vamos para o espaço sideral!
Tudo que almejamos está lá a nossa espera.

BEBE

sábado, 12 de setembro de 2009

QUANDO A GENTE AMA

LETRA DA MÚSICA DE OSWALDO MONTENEGRO

Quem vai dizer ao coração,
Que a paixão não é loucura
Mesmo que pareça
Insano acreditar

Me apaixonei por um olhar
Por um gesto de ternura
Mesmo sem palavra
Alguma pra falar

Meu amor,a vida passa num instante
E um instante é muito pouco pra sonhar

Quando a gente ama,
Simplesmente ama
É impossível explicar
Quando a gente ama
Simplesmente ama!

Composição: Marcelo Barbosa Barreti /
Nil Bernardes / Fábio Caetano

ALMAS ENTRELAÇADAS

O que vens buscar em minhas poesias?
ALIMENTO?... Aqui sempre encontrarás...
Transformei meu amor em poesias só nossas,
com nossos segredos e fantasias.

Entre nós não existe silêncio,
nossas almas falam-se por si próprias...
Se não te vejo...Você me vê
Se não te beijo...Sentes meu beijo
Se não te encontro...Me encontras
Nossas almas estão sempre entrelaçadas
pelo fio da paixão, deste bem querer sem limites
perpetuados pela nossa cumplicidade.

O silêncio apenas é poderosa arma secreta do amor
Ele aproxima...Ele camufla o sentir...
Enquanto corpo e coração ardem como fogo.
São segundos silenciosos, extensos demais
queimando desejos sufocados.

Enquanto nossas almas continuam juntas, inabaláveis...
Bailando no ar, no vento, nas ondas do mar
e viajando até o fundo do mar
buscando realizar segredos e desejos.

BEBE

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

VIAGEM SUBMARINA

Sem mais controle de
meus sentidos esperei amanhecer
para seguir em direção ao mar...
Mergulhei em suas profundezas
como uma sereia.

Entre corais, algas e tesouros
escondidos encontrei um cavalo marinho,
subi em sua garupa, pois conhecido
pela sua sabedoria ajudaria-me
a encontrar o meu amor.

De longe avisto uma concha entreaberta...
era ele adormecido.
O cavalo marinho bailoça e
e vou caindo em seus braços...
Encantados...
Na companhia do cavalo marinho seguimos
para uma nova viagem...
Desbravando sonhos e fantasias
caçamos nossos tesouros adormecidos.

BEBE

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

BORBULHAS DE AMOR

Letra da música
BORBULHAS DE AMOR

Tenho um coração
Dividido entre a esperança
E a razão
Tenho um coração
Bem melhor que não tivera...

Esse coração
Não consegue se conter
Ao ouvir tua voz
Pobre coração
Sempre escravo da ternura...

Quem dera ser um peixe
Para em teu límpido
Aquário mergulhar
Fazer borbulhas de amor
Prá te encantar
Passar a noite em claro
Dentro de ti...

Um peixe
Para enfeitar de corais
Tua cintura
Fazer silhuetas de amor
À luz da lua
Saciar esta loucura
Dentro de ti...

Canta coração
Que esta alma necessita
De ilusão
Sonha coração
Não te enchas de amargura...

FAGNER

RITUAL

Alma pura, cristalina que
saiu do casulo para somente amar.
Na madrugada acordo e
como a lua busco o brilho do sol...
Memorizando cada poesia tua,
ritual que sempre inebria.

Vislumbro o som de tuas palavras,
colo meu ouvido no teu coração irriquieto,
porque conheço teus segredos,
dúvidas, fantasias e mesmo quando
Presente ou Ausente
cada segundo do dia meu pensamento é teu.

Alma encantada pela beleza da tua poesia,
utopias reais de amor.
Sentimento tão puro
que só quem ama consegue entender.

BEBE

terça-feira, 8 de setembro de 2009

VENTO IMPLACÁVEL

Hoje como sempre meu primeiro
pensamento foi você...
Ventania,Redemoinhos, mar agitado,
coqueiros e palmeiras caindo,
mas meu sentir foi mais forte que o medo,
mesmo a natureza derrubando todas as barreiras.

Ela estava implacável como o amor
que senti quando te conheci...
Forte, tempestuoso, incontrolável,
amor a toda velocidade,
açoitando todas minhas tristezas e
dissolvendo em areia minhas amarguras.

Explosão de todos os sentidos,
despertando em mim o amor
em todo seu esplendor,
chama atiçada que nunca se apaga,
Ventos que não conseguem destruir...
Amor puro sem contendas.

BEBE